Pintando com Fogo – Arte em Movimento

by

Objectivos

Criação de uma tela digital em que a tinta adquire vida e movimento próprio. Introdução de interactividade no desenho e na pintura. Exploração e experimentação com interfaces e métodos de entrada de dados, tanto a nível de hardware como de software.

Serve este projecto também para iniciar o desenvolvimento de uma tese de Mestrado que ampliará a interactividade e o dinamismo da proposta.

Contextualização

É um facto que os meios digitais de que dispomos actualmente nos permitem fazer coisas completamente novas e diferentes, nunca possíveis sem a chegada dos computadores. Outro facto é que estes mesmos meios possibilitam a execução das mesmas tarefas que são feitas ha séculos, mas de uma forma completamente diferente.

Não é novidade a existência de software dedicado de desenho e pintura, desde o mais basico Paint até aos mais realistas como o ArtRage. Os resultados obtidos com este tipo de software variam, oscilando entre uma representação nitidamente digital e uma mais fiel da pintura tradicional. Em qualquer dos casos, a função do computador é a de automatizar e simplificar a criação da obra e não a de criar algo novo.

Esta proposta define a transformação de um ecrã de um computador numa tela digital. Essa tela poderá ser pintada, não com tintas, mas com partículas com vida e regras próprias. Conforme os valores de diferentes parâmetros, esta “tinta digital” poderá assumir formas mais dinãmicas ou borrões mais estáticos, mas originando sempre uma obra de arte nitidamente diferente de uma outra construída com métodos tradicionais.

Os pinceis e demais ferramentas de pintura poderão ser substituídos por canetas de luz visível ou infravermelha. Métodos mais tradicionais de entrada de dados como o rato ou mesa “wacom” poderão também ser usados

– Objecto

           Um ecrã transmite a obra ao mundo exterior. Este ecrã pode ser um CRT, um monitor TFT, uma TV de alta resolução, um ecrã de projecção frontal ou retro-projecção;

           A interacção fica a cargo de qualquer sistema que emule um rato ou o proprio rato. Uma mesa Wacom adiciona as capacidades de pressão e tilt. Um Wiimote torna a entrada de dados mais natural.

Metodologia

Ao contrário de programas tradicionais de pintura e desenho que usam um traço ou uma imagem (brush) para desenhar, nesta proposta a posição do rato (ou caneta “wacom”, Wiimote ou qualquer outro método de entrada de dados) é seguida por um emissor de um sistema de partículas. Este sistema de particulas terá portanto uma origem não fixa mas variável com a posição do rato.

Os seguintes pontos podem ser parametrizados:

– Alterando o bitmap da partícula, o aspecto do traço varia com a alteração feita.

– As regras de física definidas para as partículas e/ou o universo em que estas existem permitem pintar com diversos elementos naturais. Para pintar com fogo, por exemplo, as partículas poderão ter peso negativo e alguma transparência. A côr da partícula iniciará em laranja e passará a vermelho à medida que a partícula se extingue.

– As imagens pintadas na tela digital podem ser totalmente dinâmicas se for extendido o tempo de vida das partículas, ou podem por outro lado ser mais estáticas se o tempo de vida for mais curto.

– A transparência (alpha) pode variar entre invisível e completamente opaco, criando tipos de traço diferentes e dando à obra final um aspecto mais grafico ou mais etéreo.

– Horizonte Temporal

O fulcro da proposta – a criação e representação de imagens por sistemas de partículas – poderá estar terminado e funcional em finais de Fevereiro de 2008. Esta componente de software permitirá sempre ampliações e introdução de novas ferramentas que seriam introduzidas aquando do desenvolvimento da tese.

A componente de hardware pode necessitar de mais tempo de forma a optimizar a forma de trabalho. É inegável a intuitividade que trariam os metodos de introdução de dados propostos (canetas de luz, Wiimote), mas visto não ser componente essencial, passam para segundo plano. O tempo necessário para que o software seja complementado pelo hardware não deverá ser superior a um mês adicional.

– Referências

Particle system Definição – http://en.wikipedia.org/wiki/Particle_system

Particle Illusion Fireworks Show – http://www.youtube.com/watch?v=5E5cFjMKCRU&feature=related

A Particle System for Fireworks Simulation – http://www.youtube.com/watch?v=4GQ5_QfI9-c

Hugo Miguel Machado da Silva – MM07064

Etiquetas: , ,

Uma resposta to “Pintando com Fogo – Arte em Movimento”

  1. designpuro Says:

    Viva
    caro colega,

    Curiosamente li com muito gosto a tua proposta! isto porque, tenho o mesmo interesse por esta vertente artística. Neste momento, já tenho feito algumas experiências “divertidas” com a (wiimote), e o mais engraçado ainda é que ando “mortinho” por deitar a mão a canetas lazer (verde), para fazer o mesmo tipo de experiências, no género de grafitti digital!!!… Por isso, só posso desejar sucessos para o teu projecto!… Se quiseres trocar feedback de conhecimentos, terei todo o gosto!

    Abraço,
    Patrício Brito

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: